Category Archives: Esportes

Todas as 11 Bolas de Ouro do Real Madrid

As 11 Bolas de Ouro do Real Madrid são marcadas por atletas que deixaram seu nome na história do futebol. Não estamos falando de jogadores que simplesmente foram bons em seus clubes, mas sim de atletas de alto nível que estão no hall da fama da história do esporte mais jogado em todo o planeta.

Um dos mais icônicos e que continua em ação é Cristiano Ronaldo. Atualmente, é o maior artilheiro em jogos oficiais da história do esporte, superando Pelé e Josef Bican. Ao que tudo indica, se manter seu desempenho por mais 5 temporadas – o que não é impossível pelo seu físico – pode tranquilamente chegar aos mil gols.

Lembrando de que estamos falando de mil gols em jogos oficiais. Romário e Pelé também possuem mil gols, porém, não em jogos oficiais, por mais que estejam no top 5 mundial de artilheiros. Por essas e outras, o Real Madrid segue sendo o maior clube de toda a história do futebol, com nada mais nada menos do que 14 títulos de Champions League, o dobro do segundo colocado Milan.

Neste conteúdo, separamos um guia completo falando sobre as 11 Bolas de Ouro do Real Madrid, evento proporcionado pela Revista France Football que premia o melhor jogador da temporada europeia e que já foi considerado até mesmo o prêmio oficial da FIFA. Leia conosco e saiba mais, vamos lá!

Quais são as 11 Bolas de Ouro do Real Madrid?

Cristiano Ronaldo (4 Bolas de Ouro)

O craque português conquistou um total de 5 e boas apostas no futebol em casas de apostas, mas o primeiro título, em 2008, foi quando ainda jogava pelo clube inglês Manchester United. A série com o Real Madrid começou em 2013, repetida no ano seguinte, quando CR7 venceu a UEFA Champions League contra o Atlético de Madrid em Lisboa com Ancelotti no banco dos blancos.

Antes de se mudar para a Juve no verão de 2018, Ronaldo voltou a erguer o prestigioso troféu com os blancos em 2017 e 2018, e ao mesmo tempo chegaram mais duas Champions League para Madrid.

Desde que CR7 deixou Madrid, seu vazio nunca foi realmente preenchido, e a equipe de Ancelotti ainda sofre com a ausência de um campeão de tal estatura, apesar de ter sido campeão da Champions na temporada 2021-22 com uma campanha considerada como a melhor de toda a história.

Alfredo Di Stefano (2 Bolas de Ouro)

Voltemos aos maravilhosos anos 60 e ao Real Madrid que ganhou em série as Taças dos Campeões Europeus. Alfredo Di Stéfano foi um dos maiores jogadores de todos os tempos, e com os merengues ganhou tudo, inclusive duas Bolas de Ouro. A primeira em 1957, quando o prêmio foi concedido pela segunda vez e dizia respeito apenas aos jogadores que atuavam em times europeus, e a segunda em 1959.

Em Madrid, conquistou 8 títulos de La Liga, 1 Copa do Rei, 2 Taças Latinas (precursora da Liga Europa), 5 taças da Champions League consecutivas (1956-60) e 1 taça Intercontinental (precursora do Mundial de Clubes da FIFA).

Ronaldo, Figo, Modric, Cannavaro, Kopa (1 Bola de Ouro)

Kopa é um dos grandes campeões um pouco esquecido pelo R. Madrid, mas o francês jogou três temporadas na capital espanhola, e conquistou o mesmo número de Champions, levantando a Bola de Ouro em 1959.

Luís Figo foi um campeão polêmico, dado seu passado na camisa do Barcelona, e os torcedores blaugrana nunca o perdoaram por essa “traição”.

Quando o português regressou ao Camp Nou com a camisa do Real Madrid, foi saudado com um lance de cabeça de porco que quase o acertou ao cobrar um escanteio. Não há dúvidas sobre a classe de Figo.

Ronaldo Fenômeno e Fabio Cannavaro, por outro lado, ganharam a Bola de Ouro em 2002 e 2006, respectivamente, mas esses sucessos foram relacionados aos seus títulos com as seleções nacionais do que realmente relacionados a temporada que realizaram no clube.

Nosso Ronaldo campeão mundial na Coréia e Japão com o Brasil, nosso pentacampeonato, e Cannavaro capitão do mundial da Itália em 2006, copa emblemática marcada pela geração de ouro do Brasil que não deu resultado por pura falta de vontade de vencer.

O último jogador a levantar a Bola de Ouro vestindo a camisa blancos foi o croata Luka Modric, e também ganhou graças ao caminho da Croácia em segundo lugar na Copa do Mundo de 2018, tendo isso influenciado muito. Mas, no caso de Modric, ainda estamos falando um excelente jogador, que ainda dirige e orquestra – juntamente com Kroos e Casemiro – todo o meio-campo do R. Madrid.

Além disso, Modric também ganhou a Champions League daquela temporada, a terceira e última consecutiva daquela geração que marcou a história do clube merengue. Ainda sim, muitos acreditam que o título deveria ser do português Cristiano Ronaldo, que fez um gol de bicicleta em nada mais nada menos que Gianluigi Buffon. Até a próxima!